Participe neste blog...

...enviando a sua mensagem para aqui.

Últimas...

...notícias sobre Benfica

...referências em blogs sobre Benfica

Links

Posts recentes

...

Títulos e capa Jornal "O ...

«Tenho tantas saudades de...

AMO-TE BENFICA

Jogo de apresentação sob ...

capa e titulos jornal "O ...

Contratem o Reis

SLB-Sempre

Benfica Sempre !

titulos e capa jornal "O ...

Adeptos

Benfica Campeão

SAVIOLA NA LUZ

Saviola na Luz por três é...

capa e titulos do jornal ...

eleições no Benfica

Blog de Lixo pá

capa e titulos jornal "O ...

SLB eleições

MOVIMENTO MUDE PARA O MEL...

vitórias com muito orgulh...

BENFICA CAMPEÃO ?

LFV

Benfica Campeão com JRC

TRISTEZA

Dobradinha à moda do Port...

titulos e capa jornal "O ...

...

benfica

lkl

nem tudo é mau

uma opinião

Para o SAPO

tRINADOR

capa e titulos edição dia...

Liderança Precisa-se

PARA O SAPO / QUE PENA

DESISTO

...

Tags

"limpem"

"notícias"

24 horas

24horas

adeptos

admiração

alverca

alzheimer

amalia

apito dourado

apito vermelho

apoio

arbitragem

arbitro

assembleia geral

assobiar

atitude

austria viena

averiguado

azia

azul

bandalheira

belenenses

beliscar

benfica

benfica porto futebol video

benfiquista

benfiquistas

beto

blog

boa gente

boavista

braga

calhau

calheiros

calúnia

caluniadores

cambada

camisola

campeões

campeonato

campões

canal benfica

cartão

caso mateus

chineses

chineses opa

chorar

ciclismo

clarificado

clube

cobarde

contrato

engenheiro

equipa

fc porto

fcp

fernando santos

fpf

futebol

gil vicente

glorioso

governo

grande

inveja

jogadores

leixoes

lfv

liga

liga campeoes

luis filipe vieira

luz

mafia

mantorras

manu

miguelito

moreira

moretto

norte

nuno gomes

paulo bento

paulo jorge

petit

pinto costa

pj

portistas

porto

presidente

quim

rui costa

scp

simao

sistema

slb

sporting

sul

treinador

tripeiros

veiga

vieira

todas as tags

Arquivos

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Subscrever feeds

blogs SAPO
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Aqui nasceu

Sr Marx, tanto quanto todos nós sabemos, os que estudaram história, não foi no Norte que nasceu Portugal, ou seja norte sim, mas em GUIMARÃES.
Não apelide o nome da cidade que dá nome ao seu clube concerteza o Fcp, como "onde nasceu Portugal".
Porto que é uma cidade que eu gosto bastante, respeito os Portuenses, mas não gosto de portistas, sobretudo aqueles que são como os que aqui nos visitam, e infelizmente o Fcp, tem muitos como estes.
Gostava muito que não ganhassem ao Sporting, espero que o SCP, jogue bem e faça o que tem a fazer...ganhar.
ah, você deve estar a referir-se ao Portucale, não é? De qualquer maneira, Portugal nasceu noutro lado e não aí. Mesmo que fosse aí, vocês, portistas, não fazem nada para merecer esse nobre condão, pelo contrário, fazem com que muita gente não goste do Porto cidade, por causa de pessoas como vós!
Mais vale sempre, mas sempre ......Guimarães, que por acaso é onde o meu clube joga sábado. Espero um empate e que o scp ganhe ao fcp. Mas haverá sempre uma maneira de vos favorecer, ou fora de jogo assinalados ao scp, ou golo invalidado ao scp, ou penalti que não é, contra o scp, ou até expulsar um jogador do scp.
Depois veremos. Como no Benfica donde veio um Paulo Costa do Porto (que casualidade, um árbitro do Porto), que invalidou um golo limpinho ao Benfica...que esquisito!!
Anti portista
publicado por comunidade às 23:46
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Apito Encarnado.

Não deixou de ser uma surpresa o Alverca ter conseguido empatar no
reduto madeirense.
Na última jornada o Alverca recebia o V. Guimarães, candidato à Europa
e o Beira-Mar deslocava-se a Vidal Pinheiro, estando o Salgueiros já
com uma classificação tranquila.
Houve que atacar nas duas frentes.
Como o V. Guimarães não se vendia, pois pretendia ir à Taça UEFA,
havia que comprar o árbitro.
Aí foram contratados com êxito os serviços do ex-árbitro Sr. Pinto
Correia.
O Alverca venceu 2-1 (analisem-se as declarações dos responsáveis do
V. Guimarães relativas a este jogo), mas não era suficiente.
O Beira-Mar não podia vencer, pois se assim acontecesse seria o
Alverca a descer.
O Sr. Pinto Correia recebeu pelos serviços prestados neste encontro um
veículo automóvel.
Curioso, também, é o facto deste senhor, depois de abandonar a
arbitragem ter iniciado uma actividade, até então para ele,
desconhecida, comerciante de pneus - mais uma coincidência.
Vamos ao jogo de Vidal Pinheiro.
Como comprar o Salgueiros para dificultar a vida ao Beira-Mar?
Através do presidente não, pois o Sr. Luís Vieira estava de relações
cortadas, devido ao caso “Deco”.
Há uma expressão que o Sr. Luís Vieira profere com frequência: “Se não
podemos ir ao General, vamos aos sargentos”.
Se assim o pensou, assim o fez.
Contactou três jogadores, os mais influentes e conseguiu os seus
objectivos, pois o Beira-Mar não conseguiu ganhar, apesar da excelente
exibição.
O jogo, que pasme-se ninguém estranhou, terminou 4-4.
O pagamento aos três atletas foi efectuado pelo Sr. Manuel Bugarim.
No início da época seguinte, estava o Salgueiros em estágio no
Algarve, estes factos chegaram ao conhecimento do seu presidente.
Imediatamente suspendeu os três atletas e rescindiu posteriormente os
seus contratos.
Entretanto os dois presidentes conciliaram-se.
Na parte final da época as posições dos dois clubes estavam
invertidas, o Alverca em posição já tranquila e o Salgueiros em risco
de descer.
O Salgueiros visitava o Alverca e foi combinado que o Alverca
facilitaria.
Esta combinação foi conhecida.
No dia do jogo o então Director Desportivo do Alverca, Sr. Couceiro
foi avisado telefonicamente que havia conhecimento, por parte de
outros clubes, de tal intenção.
Também o titular do processo existente no Departamento de Aveiro foi
avisado.
Como seria difícil efectuar a prova à posteriori, o referido
investigador decidiu contactar telefonicamente os dois presidentes.
Assim, o jogo decorreu normalmente e o Alverca venceu.
Voltemos aos “passitos” do processo de Aveiro.
O Sr. Luís Vieira já então tinha os seus homens na nossa Instituição.
Foi avisado que as coisas estavam feias, pois haviam acontecido
demasiados factos estranhos.
Então, aquela mente matreira decide efectuar uma carta anónima
dirigida ao processo onde imputa toda a responsabilidade dos factos
ocorridos ao então Presidente da Assembleia-Geral do Alverca, Sr.
Eduardo Rodrigues, seu único sócio na empresa que comprara a Fábrica
de Louças de Sacavém.
Quando o titular do processo, o tal fanático benfiquista de Aveiro,
vem ouvir em declarações o Sr. Eduardo Rodrigues à sua empresa, em
Alverca, por coincidência também, estava no gabinete do seu sócio o
Sr. Luís Vieira.
Ali se manteve e foi ele que “conduziu” as declarações do seu sócio.
Também o Beira-Mar gostará de saber que não foi só prejudicado na
época supra citada, com intervenção do Sr. Luís Vieira. Foi com
dinheiro proveniente dele ou do Benfica que o Setúbal se “safou” na
última época e o sacrificado foi novamente o Beira-Mar. Vamos aos
factos. Recordar-se-ão do episódio do “rapto” do guarda-redes Moretto.
Nesse ano o presidente do Setúbal chegou a anunciar que o Benfica é
que pagou os ordenados em atraso ao plantei, pois conseguira contratar
um jogador que já havia rescindido o contrato com o Setúbal. A
História nunca foi realmente conhecida. Talvez o Sr. Rui João Soeiro
que entretanto saiu de cena alguma vez fale quanto é que aceitou como
dádiva para a sua conta pessoal. Entretanto, os actuais directores
(Carlos Costa e Ronald Inácio) do Setúbal sabendo do que se passou
contactaram o Sr. Luís Vieira e ameaçaram-no que se não fossem
ajudados contariam o que sabiam. Assim, o Sr. Luís Vieira contactou o
seu homólogo (e companheiro de negócios) da Naval, entrou com a
“massa” e o “caldinho” foi “cozinhado”. Foi um pouco mal
confeccionado, pois cheirou a esturrado, mas até agora ninguém notou o
cheiro a esturro.



JFerreira do Maior!
publicado por comunidade às 23:10
link do post | comentar | favorito

Apito Encarnao

Enquanto Presidente do Alverca há muitas histórias, mas focaremos a
relacionada com a adulteração de resultados nas últimas jornadas num
ano em que o Alverca estava em risco de descer de divisão, mas salvou-
se “empurrando” para a descida o Beira-Mar.
Estes factos deram origem a um inquérito no Departamento de Aveiro,
pois os mesmos foram conhecidos, após aliciamento efectuado ao guarda-
redes do Beira-Mar Palatsi.
O Palatsi deu conhecimento ao então presidente Mano Nunes e deslocaram-
se ambos ao Departamento da P. J. em Aveiro.
Apesar do inquérito ter sido distribuído ao elemento mais fanático
pelo Benfica daquele Departamento o processo deu alguns “passitos”.
Havia no inquérito informação que revelava haver resultados combinados
nas últimas quatro jornadas.
O Sr. Luís Vieira telefonou ao guarda-redes Palatsi dizendo-se
director do clube que se deslocava a Aveiro na jornada seguinte.
Esse clube era um dos três que lutava por um apuramento para a Taça
UEFA. Quão habilidade maliciosa o homem tem…!
O referido jogo terminou empatado, sem aparentes casos.
Todavia, os seus tentáculos tinham que se estender aos jogos onde o
Alverca intervinha.
Aí conseguiu, nalguns casos directamente, noutros por intervenção de
outras pessoas os seus objectivos.
Recordámos que um dos homens de quem se serviu foi do então presidente
do Benfica, Sr. João Azevedo.
Como é seu apanágio, quando já não lhe servia, esquecendo os serviços
prestados, descartou-o, conseguindo mal chegou à presidência do
Benfica a sua expulsão de sócio.
Um dos jogos comprados foi em Campo Maior.
Existem actualmente alguns atletas, que então jogavam no Alverca,
disponíveis para falar.
Nesse jogo o melhor goleador do Campomaiorense ainda na primeira parte
simulou uma lesão e abandonou a partida.
Não obstante as facilidades concedidas o Alverca não conseguia marcar.
Já na parte final da partida quando o avançado Mantorras seguia com a
bola o defesa que estava à sua frente mergulhou para o chão numa queda
digna de um qualquer palhaço numa pista circense.
O Mantorras marcou e o Alverca venceu 0-1.
Outro dos jogos foi na Madeira com o Marítimo.
Aí foi contactado o seu familiar António Simões, então treinador-
adjunto.
O resultado para, não dar muito nas vistas. foi um empate.



JFerreira Do Maior
publicado por comunidade às 23:07
link do post | comentar | favorito

Apito Encarnado

Comecemos pelos pneus.
A Polícia Judiciária possuía um dossiê sobre a actividade de tráfico
de estupefacientes do Sr. Luís Vieira.
O dossiê ainda existirá ou os seus “homens” já lhe terão dado sumiço?
O Sr. Vieira demonstrava o seu receio às pessoas que lhe eram mais
próximas na candidatura ao S. L. Benfica, pois dizia: “se eu lá
chegar, vem logo à ribalta o esquema do pó nos pneus”.
Nesta altura do negócio dos pneus apareceu um homem morto nas
instalações da sua empresa.
Talvez o então titular do processo, um colega já aposentado, queira
agora contar a história das ameaças que o Sr. Luís Vieira, acompanhado
por um grupo de ciganos, efectuou à sua família numa esplanada em St.a
Iria da Azóia.
Quando estes factos forem conhecidos talvez alguns responsáveis de
transportadoras que efectuavam o transporte dos pneus queiram divulgar
o que efectivamente transportavam.
Também, poderá ser que os responsáveis da empresa de Braga que
adquiriu esta empresa ao Sr. Luís Vieira divulguem a forma como foram
burlados, pois os elementos contabilísticos da empresa foram
previamente falsificados.
Em Julho de 1993 foi julgado e condenado no Tribunal da Boa-Hora pela
prática de um crime de roubo.
Foi condenado a 20 meses de prisão.
No acórdão do 3.º Juízo Criminal de Lisboa, o Juiz-Presidente, Afonso
Henrique Cabral Ferreira, refere com alguma ironia que “esta história
é diga da sétima arte” e destaca que “o Sr. Luís Filipe Ferreira
Vieira foi o único que não se declarou arrependido pelo crime cometido”.
Afinal a “queda” para a sétima arte já é antiga…
O Homem que lhe deu a mão e a quem ele deve a fortuna que hoje diz
ter, era um Director de uma Instituição Financeira, António Pedra
Almeida Gomes, que, entretanto, se aposentou e, como já não era útil,
foi “descartado”.
Aliás isso é uma das suas práticas, serve-se das pessoas e depois
abandona-as.



JFerreira Do Maior!
publicado por comunidade às 23:06
link do post | comentar | favorito

Apito Encarnado

A Sr.ª Pinhão nas reuniões que efectuou frequentemente no Restaurante
Le Petit e no Hotel Mundial com a D. Carolina esqueceu-se de
pormenores importantes.
Como ideóloga também terá sido a Sr.ª que instigou a D. Carolina a
cometer os crimes atrás aludidos?
Retratá-los-á na sua “fita”?
Nem todos são ingénuos Sr.ª Pinhão, mas reconhecemos que a Sr.ª tem
alguma esperteza.
No entanto, no dia em que Deus distribuiu a inteligência a Sr.ª
acordou tarde, como é habitual, e ficou no final da fila.
Infelizmente, este é um dom que não se compra em qualquer Centro
Comercial.
Num dos furtos a que atrás fazemos referência foram recuperados pela
P. S. P. na residência da D. Carolina alguns dos objectos que haviam
sido furtados do escritório do seu ex-companheiro, escritório, cuja
existência só os dois conheciam.
Entre os objectos não recuperados figuravam vários quadros.
O semanário Sol publicou a entrega dos objectos recuperados ao
presidente do F. C. Porto.
Imediatamente o Sr. Luís Vieira, ao ter conhecimento do artigo
publicado, liga à D. Carolina dizendo-lhe que já não quer em sua casa
o quadro do Cargaleiro.
O referido quadro foi pelas mãos da Sr.ª Pinhão levado para o Porto e
entregue à D. Carolina.
Sabemos que o Sr. Luís Vieira aprecia obras de arte, nomeadamente
quadros, e gosta de, quando entende oportuno, oferecer peças valiosas
a Presidentes de Bancos.
Depois os financiamentos estão mais facilitados, não é Sr. Luís?
O local de aquisição dos mesmos também é igual e cirurgicamente
seleccionado, não é Sr. Luís?



JFerreira Do Maior!
publicado por comunidade às 23:04
link do post | comentar | favorito

Apito Encarnado

Quanto ao Sr. Bagulho eram conhecidas as suas fortes ligações ao clube
S. L. Benfica e ao seu presidente Luís Vieira, com quem era visto
frequentemente a jantar em Restaurantes de luxo da baixa lisboeta.
Constava que era o seu novo “Suzano”, ou seja um dos seus homens de
mão para efectuar trabalhos sujos, nomeadamente algumas cobranças.
O Luís Vieira conhecia factos que revelados poderiam acabar com a sua
carreira e jogava com eles, “obrigando-o” a fazer aquilo que queria.
Era também comum ver-se o Bagulho a “pavonear-se” nos camarotes
presidenciais do Estádio da Luz.
Alguém de boa fé nomearia este homem para este processo?
Entretanto, o Dr. Cartas Farinha abandona a equipa, pois tem que ir
cumprir uma comissão à Madeira.
Quem é que aparece?
O Sr. Manuel Carvalho.
Nos corredores da Polícia consta que quem o indicou foi o Dr. João
Correia, advogado com quem o Sr. Carvalho se reúne com frequência para
receber directrizes, quanto ao caminho enviesado a dar ao processo.
Sabemos, e só estamos a constatar um facto, das dificuldades
financeiras que o Sr. Carvalho tem passado devido a uma desastrosa
incursão no mundo empresarial.
Durante esta fase do processo circulou muito dinheiro com proveniência
do Sr. Luís Vieira e com diversos destinos.
A D. Carolina tem sido um dos seus destinos preferidos, tendo o seu
último recebimento sido efectuado pelas mãos “sujas” da Sr.ª Leonor
Pinhão.
Esta entregou-lhe cinquenta mil euros com a indicação que não os
depositasse em Portugal.
A D. Carolina cumpriu e deslocou-se a Tuy, onde efectuou o depósito no
Banco Santander.
Outro dos destinos do dinheiro do Sr. Luís foi o pai da D. Carolina
que igualmente se deslocou a Espanha para depositar as quantias
recebidas.
Já que falámos na Sr.ª Pinhão, ideóloga do livro que originou a
reabertura do processo, questionámo-nos de qual a razão da equipa
“milagrosa” só ter usado o livro da D. Carolina e não outros escritos
de credenciados jornalistas que denunciavam várias ilegalidades
cometidas pelo Sr. Luís Vieira?
Será o poder discricionário…
A título exemplificativo referimos o jornalista António Tavares-Teles
que quase diariamente denuncia factos relacionados com o Sr. Luís
Vieira - vide artigos recentes no jornal “O Jogo” em 8 e 9 de Junho de
2007.
Por que razão não se investigam os artigos dos jornais Público dos
dias 29 e 30 de Março de 2007, ambos na pág. 26 e Correio da Manhã de
10 de Maio de 2007-pág. 24?
A escritora do livro (que foi considerado relevantíssimo elemento de
prova, tendo originado as reaberturas de inúmeros processos), Fernanda
Freitas, disse (citamos): “Estou arrependida por ter pactuado por
desconhecimento de causa com falsidades e invenções no texto que
escrevi”.
Alguém terá considerado esta afirmação?
Sabemos que existem vários crimes (furtos, fogo posto, tentativas de
homicídio), cujos autores materiais já confessaram e imputaram a
responsabilidade da autoria moral à D. Carolina.
O que se passa com estas investigações e com a entrevista publicada no
Correio da Manhã de 14 de Maio de 2006 em que um indivíduo exibia
objectos furtados ao presidente do F. C. Porto e denunciava um plano
de extorsão?
Como é possível manter-se em liberdade alguém que cometeu tantos
crimes com um grau de perigosidade tão elevado.
Parece-nos, salvo melhor opinião de V. Ex.ª, que o quadro legislativo
português não prevê a figura de “arrependido”.
Qual o motivo de tal protecção e que “taxa de juros” seremos obrigados
a pagar?
Mas já que falámos em crimes cometidos é altura de abordar a agressão
ao Sr. Bexiga.
Uma conceituada jornalista que colaborou com vários jornais de
referência ao abordar a D. Carolina sobre a autoria deste crime
referiu-lhe:
“Então vocês vão cometer uma agressão num parque de estacionamento?
Não vêem que foram filmados pelas câmaras de filmar”.
A D. Carolina retorquiu:
“Eu não brinco em serviço. No dia anterior mandei destruir as câmaras”.
Para V. Ex.ª fazer um juízo sobre a maquinação que foi montada
providencie no sentido de verificar se alguma vez aquele parque
possuiu câmaras de filmar.
A resposta que obterá será: NUNCA!



JFerreira Do Maior.
publicado por comunidade às 23:03
link do post | comentar | favorito

civismo

Nós benfas somos pessoas civilizadas, mas aqui aparecem CERTAS PESSOAS, OS BASTARDOS, sabe?
E não nos deixam em paz.
publicado por comunidade às 13:26
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

jferreira

J.Ferreira....O MAIOR, diz ele.
Afinal é apenas. ...o NELSON NED dos blogs.
É que o N. Ned ....é anão!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!, logo para nós do GRANDE BENFICA:
J.Ferreira é apenas o pequeno, o 0 à esquerda...
Ponto Vermelho
publicado por comunidade às 13:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Vocês são pessoas civilizadas ou animais?

Porra, as vossas excelencias não tomam juízo e param de
mandar bocas deprimentes uns aos outros?! Mais valiam andarem á porrada em
vez de bocas foleiras.
publicado por comunidade às 21:24
link do post | comentar | favorito

Enteados

Sou cliente deste espaço a pouco tempo, mas já me apercebi que temos aqui uns enteados do melhor, chiça!
Enteados, porque são filhos do blog do APITO DOURADO, mas o que fazem eles aqui? na minha modesta opnião, são masoquistas, gostam de ser massacrados e ainda por cima sofrem do complexo de inferioridade em relação aos benfas, pois o BENFICA mesmo na mó de baixo, continua a ser A MAIOR MARCA PORTUGUESA, dito por toda a gente, menos pelos masoquistas que aqui nos visitam. Também coitados, são enteados deste blog e ainda por cima considerados uns BASTARDOS INFELIZES!
Caramelos, bastardos, cheios de complexos de inferioridade, cheios de dor de cotovelo, provincianos, alguns até a chegarem à loucura pois vê-se na tv quão horrorosos são a maior parte dos portistas, (não estão maquilhados/as).
Bem, resta-nos ter que os aguentar, e não deixar-nos contagiar por eles que nos visitam.
Anti-portista
publicado por comunidade às 20:57
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Apito Encarnado

Quando a Polícia iniciou, com o comando da Dr.ª Maria José Morgado, o
afamado processo das Finanças, recordar-se-á V. Ex.ª que o mesmo se
tinha iniciado com uma comunicação que circulava no interior das
Finanças denunciando a forma como havia sido vendida a Fábrica de
Louças de Sacavém.
A mesma fora adquirida por negociação directa por uma empresa de que o
Sr. Luís Vieira era sócio por um preço quase anedótico. Na altura
apurou-se que viviam no Condomínio Privado que entretanto ali fora
construido pela empresa compradora quatro Directores de Finanças.
O que resultou para o Sr. Luís Vieira? Quanto sabemos, até agora, nada.
Na altura em que o processo decorria, o marido da Dr.ª Morgado
escrevia pelo Natal no Expresso um artigo que denominava “Conto de
Natal”. Fazia-o “camuflado” tentando atingir alvos concretos.
Recordamos que efectuou um direccionado ao Sr. Vítor Santos - Bibi e,
no ano em que o processo atrás referido se encontrava em fase de
investigação, um que era direccionado à então Ministra da Justiça que,
de forma cobarde, intitulou de “Etelvina”.
Acusava-a de ter subido na vida à custa de práticas de baixa índole.
Mais tarde ele e a mulher fizeram correr a notícia de que o processo
não tinha tido êxito por interferência da Ministra para proteger um
Director de Finanças.
Correlacione V. Ex. a os factos e retire as devidas ilações.
Quanto ao Dr. Carlos Farinha, pensamos que terá sido escolhido para a
Dr. a Morgado o “premiar” por ele se ter mostrado solidário e ter
pedido a demissão quando ela fez o mesmo.
À nomeação do Sr. Sérgio Bagulho já lá vamos.
Quanto aos outros elementos não queremos tecer grandes comentários,
mas sempre diremos que estranhamos a nomeação do titular do processo
“Mantorras”, processo que se encontrava em investigação.
Terá sido para o processo ser “exterminado” de vez?
Pensamos que sim, pois deram tempo para que o Sr. Luís Vieira montasse
a sua estratégica de defesa.
Sobre este processo já nos debruçaremos mas adiante.

JFerreira Do Maior!
publicado por comunidade às 19:20
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Apito encarnado

Mas vamos a alguns factos:
O Sr. Valentim Loureiro sempre que prestou declarações, e quando
ouvido nos vários processos sobre a informação, que lhe era fornecida
antecipadamente à sua divulgação pública, das nomeações dos árbitros,
disse que a mesma lhe era fornecida quer pelo Presidente, quer por um
vogal do Conselho de Arbitragem da Liga. Em nenhum processo o
Presidente de tal Conselho é arguido. O Vogal é-o em todos.

Apesar de lhe ter sido fornecida a informação que a seguir indicamos,
relacionada com a época 2004/2005 (ano em que o S. L. Benfica quebrou
o longo jejum), o Dr. Carlos Teixeira esqueceu-se de lhe dar o devido
tratamento:
- As reuniões secretas entre o Sr. Luís Vieira e o Sr. José Veiga com
o presidente e, por vezes, um vogal do Conselho de Arbitragem da Liga
em locais (Bares e Restaurantes) devidamente identificados em Lisboa e
cujos funcionários estavam disponíveis para testemunhar.
- As reuniões efectuadas num Restaurante em Penafiel, bastante
conhecido da gente do futebol, entre o Sr. José Veiga e vários
árbitros e árbitros assistentes.
- As reuniões semanais entre o Sr. José Veiga com um vogal do Conselho
de Arbitragem da Liga na zona litoral centro do País, perto da
residência deste último (por coincidência os estágios do S. L.
Benfica, nessa época, eram efectuados no litoral e relativamente
próximo do mencionado local). Este vogal, por sua vez, levava as
indicações ao Presidente das exigências dos Srs. Vieira e Veiga que
indicavam os árbitros não só para os seus jogos, mas também para os
dos seus rivais.
- As reuniões entre o Dr. João Rodrigues com o Sr. Pinto de Sousa num
Hotel de Lisboa.
- As reuniões entre o mesmo João Rodrigues, no mesmo Hotel, com vários
árbitros.
- As fortes ligações do Sr. José Veiga aos Laboratórios Internacionais
de Doping.
- A promessa de contratação de um jogador do Guimarães. O Sr. José
Veiga prometeu-lhe a contratação, caso não jogasse contra o Benfica. O
jogador efectivamente não jogou. O Benfica tentou recuar na promessa,
mas o jogador ameaçou que “metia a boca no trombone” e lá tiveram que
o contratar.
- A promessa de contratação de um jogador do Estoril antes do “famoso”
jogo Estoril-Benfica no Algarve. O Sr. José Veiga jantou com ele num
Restaurante da linha do Estoril, tendo-lhe prometido a sua
contratação, caso facilitasse a vida ao Benfica. As facilidades
aconteceram, mas a contratação não.
- As reuniões efectuadas na semana que antecedeu o atrás citado jogo
com vários jogadores do Estoril com o Sr. José Veiga e nalguns casos
com o seu primo (o homem forte da segurança. Foi o autor da agressão
no Aeroporto de Lisboa, quando o Sr. Luís Vieira foi “raptar” o
jogador Moretto ao Brasil). Foram efectuados pagamentos pelo primo do
Sr. Veiga, ao que consta, ao guarda-redes do Estoril. Sobre estes
factos existiu a disponibilidade em falar dum elemento do Estoril.
Aliás o homem propunha-se contar, não só, tudo sobre esta “novela”,
mas de muitas outras que tinha conhecimento do Sr. Luís Vieira.
- As escandalosas arbitragens dos Srs. João Ferreira, Hélio Santos,
Elmano Santos, Bruno Paixão, entre outros. Mas destas não interessava
solicitar análises aos peritos.
- As ligações do presidente do Belenenses aos Srs. Luís Vieira, Cunha
leal, Tinoco Faria, Pedro Mourão, Frederico Cebola que influenciaram a
decisão no caso “Mateus”. Foram inclusivamente denunciados os
pagamentos que foram efectuados a alguns destes senhores por alguns
escritórios de advogados.
O Gil Vicente também gostará de saber que não foi prejudicado s6 na
época passada, com intervenção do Sr. Luís Vieira. Ele pagou ao
“paineleiro” Fernando Seara cerca de 100 mil contos (s/ recibo) para
conseguir que o Alverca ficasse na 1.ª Divisão (era satélite do S. L.
Benfica), prejudicando o Gil Vicente. Consta que o atrás referido
“paineleiro” se juntou (falamos de escritório), há relativamente pouco
tempo, ao já citado João Correia.
Existiam nos autos indícios quer em quantidade, quer devido à sua
relevância que justificariam, caso o Magistrado fosse isento, que os
Srs. Luís Vieira, José Veiga, António Salvador, João Rodrigues, Tinoco
Faria, Luís Guilherme, Cunha Leal, António Duarte, Pedra Mourão,
Frederico Cebola, Paulo Relógio fossem colocados sob escuta, mas tal
não interessava.
Consta que houve interferência do Dr. João Correia junto da estrutura
sindical do Ministério Público que, como se verifica, terá surtido,
até agora, efeito. Será por ele fazer parte do Consel ho Superior do
Ministério Público?
Entretanto nova fase surge no “processo apito dourado”.
Aparece um livro e surge a equipa “milagrosa”.
Vamos à sua constituição.
Comecemos pela Dr.a Maria José Morgado.
O seu marido trabalha há alguns anos para o Sr. Luís Vieira recebendo,
sem recibo, elevadas quantias em dinheiro, mau grado não se coibir de
criticar tudo e todos, nomeadamente as fugas ao fisco.



JFerreira Do Maior
publicado por comunidade às 19:19
link do post | comentar | favorito

Apito encarnado

Procurador-Geral da República
Somos um conjunto de funcionários de investigação que serve esta
Instituição há muitos anos. Ela, apesar do momento negro que
atravessa, ainda nos merece todo o respeito pelo seu passado recheado
de excelentes serviços prestados à sociedade.
Decidimos efectuar esta comunicação não só pela razão anteriormente
aludida, mas também em respeito pela memória de muitos dos excelentes
funcionários que a serviram.
Esta Instituição ao longo dos anos da sua existência tem-se pautado
por práticas de investigação, reconhecidas universalmente, tendo por
objectivo a descoberta da verdade dos factos.
Assistimos nos últimos anos a algumas tentativas de influenciar
investigações, tendo nalgumas delas, devido à sua mediatização, sido
públicas tais intenções - recordamos os processos relacionados com a
“Moderna” e “Finanças”.
No entanto, nada até agora se assemelhou ao que está a acontecer com o
denominado “processo apito dourado”.
A nossa desilusão inicia-se com a análise que efectuámos aos processos
ainda sem a intervenção da equipa “milagrosa” e continua com as
práticas infames e desprezíveis cometidas por alguns elementos desta
equipa.
Deparámo-nos com práticas que pensávamos já estarem arredadas num
estado democrático. Todo o trabalho foi efectuado com alvos
previamente definidos, tendo sido para tal, cometidas inúmeras
ilegalidades e efectuados actos processuais, no mínimo, de validade
duvidosa.
Actos iguais cometidos por pessoas diferentes tiveram decisões
diferenciadas, o que revela que a equipa do Dr. Carlos Teixeira
protegeu nitidamente algumas pessoas.
Analisando quem foi protegido verifica-se que estamos perante a rede
de influências das pessoas que prestaram serviços e vassalagem ao S.
L. Benfica e ao seu presidente Luís Vieira.
Nada nos move contra o S. L. Benfica, pois alguns até adeptos somos
deste clube e, como é óbvio, queremos que o nosso clube vença sempre,
mas não a qualquer preço.
Também não pretendemos ser enganados por quem, com discursos
incendiados e dirigidos à populaça vai enganando os adeptos mais
distraídos, “sacando” dinheiro ao clube.
Também a nossa conduta profissional impõe-nos a obrigação de não
deixar passar em claro esta cabala.
Verificámos que o direccionamento da investigação (custa-nos empregar
esta palavra, pois de investigação estes processos nada tiveram) não
se ficou só pelos autos, pois o Dr. Carlos Teixeira, não conseguindo
vencer o seu benfiquismo primário, entregou informação e peças
processuais, previamente seleccionadas, a alguns jornalistas da sua
cor, nomeadamente aos Srs. António Gomes e Rogério Azevedo.
Havia que injectar a opinião pública.



JFerreira Do Maior!
publicado por comunidade às 19:13
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

J.Ferreira

RAMEIRA ERA A SUA AVÓ E CASOU-SE, DEPOIS TEVE UM NETO ANORMAL QUE JÁ DEVIA ESTAR HÁ MUITO TEMPO NAS TAIPAS.
PELA ANA.
publicado por comunidade às 23:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Taça Portugal

Afinal os portistas mudaram de religião. agora adoram uma ....VACA....
É a VACA que lhes dá sorte, que até na taça lhes saíu os Sertanenses!
ALÁ........DÁ-ME UMA VACA!
Mas uma vaca para eu vender, e oferecer os euros ao meu clube, para, sem cunhas e corrupção, poderem ganhar campeonatos, taças, etc, etc, etc.
Ponto Vermelho
publicado por comunidade às 22:38
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

J.M

J. FERREIRA PARA O JÚLIO DE MATOS JÁ!
publicado por comunidade às 22:33
link do post | comentar | favorito

campeonatos

Escandaloso, em vez dos pontos, porque é que não conta antes os campeonatos?
ASSIM, EVITAVA QUE EU ESTIVESSE AQUI A RIR OR SUA CAUSA!
BASTARDOS!
Ponto Vermelho
publicado por comunidade às 22:29
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Rumo ao titulo A Verdade

RUMO AO TITULO: O FLASHBACK
Foram 20 pontos oferecidos com o Amparo da APAF, que transformaram 1
lugar não europeu, num glorioso 1º lugar:

1) Benfica - Braga ( 0-0) Golo limpo invalidado a um avançado João
Tomás do Braga. Quando instado a comentar o lance, por um jornalista,
Jesualdo Ferreira escudou-se no já dogmático "..não comento
arbitragens...". Árbitro: JOÃO FERREIRA.

2) Académica - Benfica (0-1) Golo de Nuno Gomes precedido de uma
situação de fora-de-jogo.Árbitro: PAULO PARATY.

3) Guimarães - Benfica (1-2) Ficou por marcar mais uma grande
penalidade contra o Benfica, sendo "substituída" por um livre, mesmo à
entrada da área, do qual resultou o 2º golo do Benfica. Árbitro: JORGE
SOUSA.

4) Gil Vicente - Benfica (1-1) O golo do Benfica surge 1, 5 minutos
depois do tempo de compensação através de mais uma simulação de
livre.Árbitro: DUARTE GOMES.

5) Marítimo - Benfica (1-1) Simulação, livre inventado e golo.
Árbitro: BRUNO PAIXÃO, pois claro!

6) Benfica - Estoril (2-1) Karadas no seu melhor e na única coisa que
sabe fazer... mergulho, penalty e... a tal vitória do costume.Árbitro:
PAULO PEREIRA

7) Benfica-Rio Ave (3-3) O golo que dá o empate ao Benfica mais uma
vez é marcado a partir de posição irregular. Ordens da APAF?Árbitro:
NUNO ALMEIDA

8) Nacional-Benfica (0-1) Mais uma grande penalidade que ficou por
assinalar a favor dos nacionalistas.Árbitro: BRUNO PAIXÃO, pois claro!

9) Benfica-União de Leiria (1-1) Já depois de ultrapassado o tempo de
compensação, o árbitro transforma uma falta cometida por Karadas, a
favor da equipa da Luz, resultando daí o golo da APAF que faria o
empate.Árbitro: JOÃO FERREIRA.

10) Estoril-Benfica (1-2) Penalty por assinalar a favor do Estoril, 1ª
expulsão aos 20’ pelo apalavrado Rui Duarte, 2ª expulsão ‘por
palavras’, antes da reviravolta. Este jogo do Algarve, encontra-se sob
investigação da PJ. Árbitro: HELIO SANTOS, o amigo!

11) Benfica-Belenenses (1-0) Mais um penalty ridiculamente assinalado
a favor do Benfica, e um por assinalar para cada lado. Árbitro: MÁRIO
MENDES, o super mário!

12) Benfica-Sporting (1-0) Golo em falta na marcação de uma falta
simulada no local certo. Mais uma obra de arte de... Árbitro: PAULO
PARATY.

13) Boavista-Benfica (1-1) Grande penalidade da ordem, super duvidosa,
tendo ficado por assinalar uma outra contra o Benfica, quando Diogo
Valente se dirigia para a área encarnada. Árbitro: PEDRO HENRIQUES.

14) Só foi pena a final da Taça de Portugal, depois de 11 anos
hibernados, apenas conseguiram sair da toca por uma semana, para cedo
regressarem, digerindo uma dobradinha à moda de Setubal! Fez-se
justiça com a vitória do Setúbal, que deveria ter defrontado a
Oliveirense, mas por vontade própria do sr Bruno Paixão que, após os
seus 3 penaltys e dois cartões vermelhos, decidiu que quem ia à final
era o seu clube do coração. É por estas e por outras que o sr Vieira
mandou gravar um DVD e reconheceu que «o futebol português lhe metia
nojo». Parabéns, sr Filipe Vieira.

15) Não admira portanto que Jornalistas como Ferreira Fernandes tenham
escrito: ASSIM NÃO QUERO!
Este ano é para esquecer. Cá estarei para o ano, para sair à rua,
gritando pelo meu Benfica que ganhou um campeonato, o primeiro
limpamente ao fim de uma dúzia de anos.Sou benfiquista e estou
incomodado. Envergonho-me pelos favorecimentos ilegítimos que, esta
época, o Benfica teve. Sendo benfiquista, não posso dizê-lo? Não
importa, digo-o na mesma. Irritam tantos anos sem ganhar um
campeonato, mas não me ofendem!


As Palavras são de um Lampião!!!!

JFerreira Do Maior!!!
publicado por comunidade às 22:18
link do post | comentar | favorito